Você sabia que o futebol, o esporte mais popular do mundo, nem sempre foi exatamente como é agora? É claro que, quando você acompanha as ligas principais, usa o betano app para apostas online ou lê as últimas análises dos jogos, não está pensando na forma como esse esporte se originou. No entanto, a história de como o futebol se tornou o jogo que hoje conhecemos e amamos é muito interessante.

O futebol não iniciou sua história como é conhecido atualmente, cheio de regras e rodeado de profissionalismo e glamour. Certamente se assistimos hoje uma partida dos jogos iniciais que vieram dar origem ao futebol, nem conheceríamos o esporte.

Há vestígios de que na China, mais ou menos 3000 a.C., já existiam jogos em que os participantes conduziam a bola com os pés, mas escrituras claras e bem definidas a respeito do futebol moderno que praticamos hoje só surgiram no século XIX, quando o futebol chegou à Inglaterra.

Oficialmente a Fifa só considera o surgimento do futebol em 1863, ano em que se fundou na Inglaterra The Football Association, a associação que era responsável pela gestão do esporte.

Como surgiram as regras

Se hoje em dia ainda acontece de os jogadores se machucarem durante as partidas de futebol, imagine logo que o esporte surgiu, sem regras bem definidas. Cada um fazia o que queria, era empurrão, chute, rasteira, valia tudo. Por isso, inclusive, o esporte era visto com maus olhos pela nobreza.

Até que em 1830 o Colégio Harrow criou as primeiras regras, The Football Rules. A maioria dessas regras ainda eram muito básicas, mas algumas se mantêm até hoje, como a quantidade de 11 jogadores em campo para cada time.

Em 1948 as principais escolas inglesas se reuniram e criaram regras comuns para o esporte, principalmente para agradar aos ricos. A partir daí o futebol começou a existir de verdade, parecido com o formato que conhecemos hoje. No entanto, muitas regras foram e são alteradas até hoje.

Preconceito

Como o esporte foi modelado para agradar a classe alta, havia uma grande resistência em misturar ricos e pobres ou até mesmo pretos com brancos. A alta sociedade dizia se sentir prejudicada ao competir com o proletariado, justificando que eles tinham mais tempo livre para se dedicar aos treinos, já que muitos estavam desempregados. Este precocnceito foi diminuindo quando começaram a surgir grandes craques negros e pobres, como o famoso Pelé.

Reconhecimento do futebol

O futebol só começou a ser realmente aceito e ter um crescimento notório com o surgimento dos campeonatos e Copas do Mundo.

A primeira Copa do Mundo de Futebol aconteceu no Uruguai, em 1930, e contou com a participação de 13 países entre europeus e americanos. 

A partir de então, grandes craques foram surgindo, o futebol foi se popularizando e as torcidas aumentando. Com a popularização, os times passaram a arrecadar mais dinheiro e a recompensar financeiramente o jogador que tinha maior potencial. Com isso os jogadores viram a necessidade de se profissionalizar e dedicarem sua rotina diária ao esporte. 

Hoje o futebol é o esporte mais popular do mundo e ser um jogador é o sonho de muitos jovens pelo  mundo, principalmente porque atrai fama e dinheiro. Alguns jogadores chegam a ganhar milhões de dólares por mês.